Rua Marechal Xavier da Câmara, 52 - São Paulo - SP 11 3857-2002
Informações sobre Ensaios não Destrutivos

Informações sobre Ensaios não Destrutivos

Os ensaios não destrutivos (END) são técnicas utilizadas na inspeção de materiais e equipamentos durante as seguintes etapas: fabricação, construção, montagem e manutenção.

Realizados em produtos acabados ou semi-acabados, os END são altamente capazes de verificar a existência ou não de descontinuidades ou defeitos, sem alterar as características físicas, químicas, mecânicas, dimensionais ou interferir no posterior uso desses produtos.

Certamente, os END são, hoje, um fator de competitividade para as empresas que os utilizam, isso porque contribuem para a qualidade dos bens e serviços, com uma considerável redução de custos e aumento da confiabilidade da inspeção.

Informações sobre Ensaios não Destrutivos

LÍQUIDO PENETRANTE

O ensaio por líquido penetrante presta-se a detectar descontinuidades superficiais e que sejam abertas na superfície, tais como: trincas, poros, dobras etc., podendo ser aplicado em todos os materiais sólidos e que não sejam porosos ou com superfície muito grosseira.

É muito usado em materiais não magnéticos, como: alumínio, magnésio, aços inoxidáveis austeníticos, liga de titânio e zircônio, além dos materiais magnéticos. É também aplicado em cerâmica vitrificada, vidro e plástico.

Informações sobre Ensaios não Destrutivos

DUREZA BRINELL

O ensaio de Dureza Brinell é usado especialmente para avaliação de dureza de metais não-ferrosos, ferro fundido, aço, produtos siderúrgicos em geral e peças não temperadas. É o único ensaio utilizado e aceito para ensaios em metais que não tenham estrutura internauniforme. É feito em equipamento de fácil operação.

Por outro lado, o uso desse ensaio é limitado pela esfera empregada. Usando-se esferas de aço temperado, só é possível medir dureza até 500 HB, pois durezas maiores danificariam a esfera.

Informações sobre Ensaios não Destrutivos

CAIXA DE VÁCUO

A necessidade de uma perfeita estanqueidade em tanques ou tubulações, os quais armazenam substâncias tóxicas que fazem parte de instalações de alto risco (área química, nuclear, aeroespacial etc.), proporcionou a utilização de novos métodos capazes de detectar possíveis vazamentos de gás ou líquidos, a fim de obter uma efetiva garantia de segurança e proteção ambiental.

Os métodos aplicados no ensaio de estanqueidade são: medir pressão ou vácuo com alta precisão, método da bolha, método da variação de pressão, detecção de vazamento por meio de fluido frigorígeno ou de aplicação de gás hélio com o respectivo aparelho detector e, modernamente, a localização de vazamentos de gases e líquidos por ultra-som.

Informações sobre Ensaios não Destrutivos

RÉPLICAS METALOGRÁFICAS

A metalografia por réplicas é um método não destrutivo para exame indireto da microestrutura que permite avaliar as propriedades dos materiais metálicos.

Aplicações:

  • Avaliação de transformações provocadas por utilização contínua à temperatura elevada em caldeiras, reatores, tubulações de processo;
  • Identificação de mecanismos de degradação de superfícies com trincas, pittings;
  • Avaliação de danos provocados por condições de operação fora de especificação ou sinistros, como: superaquecimento, incêndio, exposição a agentes corrosivos.
Informações sobre Ensaios não Destrutivos

HOLIDAY DETECTOR

Ensaio não destrutivo ideal para inspeção da continuidade de revestimentos anticorrosivos (internos ou externos) e também indicado na construção e montagem de equipamentos industriais.

Aplicação em superfícies metálicas revestidas (resinas vinílicas, Teflon, Fiberglass, Coal-Tar Enamel, Coal-Tar Epóxi).

Informações sobre Ensaios não Destrutivos

ULTRA-SOM

O ensaio por ultra-som é indicado para detectar descontinuidades internas em materiais, baseando-se no fenômeno de reflexão de ondas acústicas (quando encontram obstáculos à sua propagação dentro do material). Um pulso ultra-sônico é gerado e transmitido através de um transdutor especial, acoplado ao material.

Os pulsos ultra-sônicos refletidos por uma descontinuidade, ou pela superfície oposta da peça, são captados pelo transdutor, convertidos em sinais eletrônicos e mostrados na tela do aparelho. É possível determinar a profundidade da descontinuidade e até a dimensão da mesma.

Utiliza-se ultra-som também para medir espessuras e determinar corrosão com extrema facilidade e precisão.

As aplicações desse ensaio são inúmeras: soldas, laminados, forjados, fundidos, ferrosos e não-ferrosos, vidro, borracha e materiais compostos. Indústria de base e de transformação, indústria automobilística, transporte marítimo, ferroviário, rodoviário, aéreo e aeroespacial: todos utilizam ultra-som.

O ensaio ultra-sônico é, sem sombra de dúvidas, o método não destrutivo mais empregado e o que apresenta o maior crescimento para a detecção de descontinuidades internas nos materiais.

Informações sobre Ensaios não Destrutivos

PARTÍCULAS MAGNÉTICAS

O ensaio por partículas magnéticas é utilizado na localização de descontinuidades superficiais e subsuperficiais em materiais ferromagnéticos. Pode ser aplicado tanto em peças acabadas quanto semi-acabadas e durante as etapas de fabricação.

O processo consiste em submeter a peça, ou parte desta, a um campo magnético. Na região magnetizada da peça, as descontinuidades existentes, ou seja, a falta de continuidade das propriedades magnéticas do material causará um campo de fuga do fluxo magnético.

Com a aplicação das partículas ferromagnéticas, ocorrerá a aglomeração destas nos campos de fuga, uma vez que serão por eles atraídos devido ao surgimento de pólos magnéticos. A aglomeração indicará o contorno do campo de fuga, fornecendo a visualização do formato e da extensão da descontinuidade.

Informações sobre Ensaios não Destrutivos

MEDIÇÃO DE ESPESSURA

É a utilização mais freqüente do ensaio por ultra-som. Isso se deve ao fato de o ensaio não necessitar do acesso à parede oposta para a sua execução, permitindo o acompanhamento do desgaste de um equipamento sem a interrupção de seu funcionamento.

A confiabilidade foi aumentada com o armazenamento de registro de medidas, o que possibilita a transferência destas para um computador e evita possíveis erros na transcrição das mesmas.

Hoje existe uma grande variedade de cabeçotes para aplicações específicas. O ensaio pode ser realizado inclusive em superfícies. Aplicação em materiais metálicos e não-metálicos.

Informações sobre Ensaios não Destrutivos

Solicite um orçamento

Whatsapp CCI